Milhares de pessoas foram Parque do Povo ouvir o testemunho do irmão Mehdi neste sábado na “Consciência Cristã” [Foto: Erick Vidal]

“Deus não tem compromisso com o pregador, Ele tem compromisso com a sua palavra”.  Foi o que disse o marroquino irmão Mehdi ao iniciar seu testemunho na última plenária da terceira noite do 21º Encontro Para a Consciência na noite deste sábado (2). Ele contou como Deus transformou a sua vida, mesmo tendo que pagar um alto preço com a “perda” da família.

O Irmão Mehdi veio ao Brasil para pedir asilo religioso. Natural do Marrocos, onde a religião oficial é o Islamismo, ele teve que deixar sua nação por perseguição religiosa e hoje trouxe uma breve história de sua vida e como se converteu ao Cristianismo razão pela qual não fala com seu pai e para entrar em sua nação depende da autorização do Governo.

Mehdi contou que professava o islamismo. Porém, começou a ter curiosidade a partir do momento que iniciou o seu TCC. Nesse período, seu professor deu a o livro de Lucas e o Alcorão com a meta de fazer dez pontos entre os cristianismo e o islamismo.

Ele lembrou que começou a ler um versículo e Deus falava com ele de outra forma toda vez que relia o verso. Diante daquela situação, Mehdi ele foi perguntar ao seu pai dele. E ele sempre lhe diz que o procurasse outra hora.

O marroquino conta que tinha um amigo na sala com o pai dele, que lhe fez uma advertência: Cuidado que esse livro fez lavagem cerebral em muita gente.

“O tempo passou e esse amigo, que estava na sala com meu pai, hoje é o meu pastor”, lembra Mehdi.

O ex-muçulmano disse que sua fé começou a criar o vínculo quando fez uma entrevista com um pastor em Londres, na Inglaterra, para o TCC. Sentiu firmeza em suas palavras e nas suas atitudes como homem de Deus; foi aí que a fé começou a crescer cada vez mais na sua vida.

Ele recordou o que aconteceu com seu relacionamento com o pai a partir do momento que começou a querer compreender o livro de Marcos.

Segundo Mehdi, seu pai é um homem de influência no Marrocos, tendo, inclusive, ajudado a criar as leis daquele país. E uma das leis diz que se um muçulmano falar de Deus para outro muçulmano será preso pelo período de cinco anos.

Mehdi se dirigiu especificamente a cada pessoa que se encontrava na Representação do Tabernáculo Bíblico:
“Se Deus pega um muçulmano e faz dele uma nova criatura, por que não pode usar você que já o conhece para falar Dele a outras pessoas que estejam na mesma situação? A soberania é imensa e não tem como dimensionar a sua grandeza”, destacou.

O ex-muçulmano encerrou sua mensagem perguntando a cada pessoa:

“Você conhece verdadeiramente a cristo? O que você pagou por causa do evangelho”?

“Eu paguei um alto preço, pois perdi minha família, meus amigos, por causa do evangelho. E você pagou por causa do evangelho? Talvez você seja a única Bíblia viva que um incrédulo pode ler”.

Como a multidão, presente ao Parque do Povo pode ouvir, Mehdi largou toda a sua família, o seu lar, o seu país. Praticamente toda a sua vida, pelo o amor do Senhor Jesus Cristo ao contrário do que acontece no Brasil, onde se tem toda a liberdade de exercer a sua fé e muitos não o fazem. Ou, distorcem o evangelho vislumbrando posição social ou “gordo” poder aquisitivo.

O testemunho completo do irmão Mehdi está disponível no www.blesss.org – plataforma de Streaming da Consciência Cristã. 

Por: Gomes Silva e Thaís Gomes
Foto: Wellington Jr./VINACC

Leave a Reply