fbpx

Cartão Vermelho | Creio em Ti

Teens
Tags:

Mas ele foi transpassado por causa das nossas transgressões, foi esmagado por causa de nossas iniquidades; o castigo que nos trouxe paz estava sobre ele, e pelas suas feridas fomos curados. Isaías 53:5 

 

Assistir a uma partida de futebol nem sempre é parar para admirar lances incríveis, jogadas bem trabalhadas e jogadores talentosos. Quantas coisas acontecem durante os 90 minutos de uma partida profissional. Agora, imagine no futebol amador ou nas peladas dos campinhos e quadras espalhadas pelas cidades. Algumas delas mais se parecem com filmes de luta. Já outras, são melhores que filmes de comédia. Vemos de tudo!

Mas tem uma cena que pra mim supera todas as outras: juiz dando cartão vermelho para o jogador errado. E geralmente pra outro jogador do mesmo time. Ele vê de longe a falta, mas confunde quem a cometeu. E aí inicia a confusão! O jogador que recebeu enganado fica revoltado, mesmo sabendo que se o juiz consertar o erro, quem receberá a expulsão será o seu companheiro de equipe. Mas como dizem por aí: “antes ele do que eu”. O pior não é isso! Às vezes quem cometeu realmente a falta e deveria ser expulso, está melhor na partida que o outro que recebeu enganado. E aí, quando o juiz conserta o erro, é a torcida que fica revoltada!

Engraçado como essa situação reflete bastante a nossa forma de viver. Não estamos dispostos a sofrer os danos de ninguém, mesmo que seja alguém do nosso “time”. Quanto mais então sofrer por aqueles que não conhecemos. Se tem uma palavra que escapa facilmente dos nossos lábios é: Direito. Queremos o que é nosso! Se alguém me deve, que pague até o último centavo. Se não sou culpado, que implore meu perdão e que me restitua tudo o que perdi. Não abrimos mão de nada!

Nesta semana, começamos a refletir sobre Aquele que desceu do céu, se fez homem e habitou entre nós. Sim, começamos a olhar para a segunda pessoa da trindade: Jesus Cristo. Sua passagem aqui foi breve. Mas a sua missão foi grandiosa. Cristo veio receber o nosso cartão vermelho. Deus, o justo juiz, em momento algum se enganou. Foi Jesus que se ofereceu. Ele não havia cometido falta alguma. Mas assumiu as nossas. Seu caminho nessa terra era em direção a cruz. Pois ali, Ele receberia a punição e o castigo por todas as nossas faltas, por todos os nossos pecados. Na cruz, Jesus Cristo conquistaria para cada um de nós, o perdão. 

 

Oração

Confesse a Deus as suas faltas. Faça um compromisso de abandona-las de sua rotina uma vez que você entendeu o alto preço que foi pago para que você tivesse esse perdão. Peça a Deus que o ajude a escolher sempre a Sua vontade. Agradeça-o por esse ato de Amor.

1 Comentário. Deixe novo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esboços Relacionados

Menu