fbpx

Devocional do Salmo 91:5 | O terror de noite

DevocionalMensagensSalmo 91
Tags:

Não terás medo do terror de noite nem da seta que voa de dia.” (Salmos 91:5)

O salmista e o medo do escuro

A linguagem poética dos salmos nos conduz a imagens que falam mais do que as palavras escritas.

As horas do dia produzem em nós experiências que amplificam nossos temores e sensações. O salmista inicia falando dos medos do terror de noite. A noite, como sempre, nos lembra trevas, desconhecido, fantasmas que nos assustam quando crianças e que em nossa fase adulta se transformam em medos muito mais reais que as fantasias infantis.

No entanto, o escuro guarda diante de nós as mais diversas formas de ataque. Limitados por nossa incapacidade de enxergar, nossos olhos nos enganam em vultos, formas e barulhos que fazem nossa imaginação nos conduzir do mais leve ao mais elevado pavor do desconhecido, e do que pode acontecer no futuro diante daquele horror a nossa frente.

O problema não está no escuro

O problema não está no escuro, mas em nossa capacidade de enxergar o que não existe e interpretar o que não é real como se o fosse. Tudo está em nossa imaginação e nosso pensamento. É este o ponto que o salmista quer alcançar!

Ele quer mostrar que não devemos temer o horror do escuro se quem nos cuida é a luz, se Ele nos encontra no mais profundo abismo, e nas mais densas trevas tudo parece ser luz do meio dia para ele (Salmo 139:12).

Então para quê temer se mesmo em meio as densas trevas da noite quem nos guia vê a tudo e a todos em meio às sombras, formas e barulhos que nos assustam?

E se estes que nos assustam forem reais, Ele cuida de nós como o salmo afirma. Não tenha medo, pois a luz está contigo! Ela deve te guiar mesmo nas mais densas trevas da existência humana. Confie que Ele está ali!

As setas inflamadas do diabo

Mas mesmo no dia, quando enxergamos claramente tudo, existem perigos reais. Existem os riscos de ataques repentinos e emboscadas das setas inflamadas do diabo.

As flechas se movem tão rápido que só podemos perceber quando fomos atingidos. Eles surgem de arcos silenciosos e arqueiros habilidosos em suas miras para atacar furtivamente e quando menos se espera, pois seu desejo é atingir seu alvo e derrubá-lo.

Diante disso deveríamos caminhar com medo dos arqueiros que não vemos mesmo de dia? Das emboscadas para nós preparadas? Não! Porque o guarda de Israel nos diz neste salmo que não devemos temer.

A soberania de Deus

Este salmo fala de soberania e não de ausência de tribulações! A noite virá e os arqueiros escondidos das emboscadas do dia poderão estar a postos, mas este salmo nos diz que não devemos temer porque o que está em nós é maior do que o que está no mundo.

Essa promessa não é de que perigos não vão existir, mas de que não devemos temer diante de quem está conosco.

Então confie e encontre a paz de saber que Deus é Soberano e não importa o que aconteça, Ele está ali do seu lado!

Busque sua justiça, ande em seus caminhos e encontrará a verdadeira paz que excede todo o entendimento.

Até a próxima!

1 Comentário. Deixe novo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esboços Relacionados

Menu
X
X