fbpx

Sentar na frente | YOLO | Devocional para adolescentes

Teens
Tags:

“Estou plenamente certo de que aquele que começou boa obra em vós há de completá-la até ao Dia de Cristo Jesus.” – Filipenses 1:6

Se você passou pela escola sem receber nenhuma ameaça, você merece o prêmio Nobel da Paz! Pelo menos na minha época, isso era uma missão quase impossível!

Se olhássemos sem querer para o lado errado, o namorado ciumento da menina nos ameaçava de morte; se não dividíssemos o lanche, nos ameaçavam de rouba-lo; se não passássemos “cola”… Ah, se não nos passássemos “cola”… Ameaçavam nos de excluir da sala, da escola, da cidade… Da humanidade!

Mas nenhuma dessas ameaças se comparava com a que sofríamos de alguns professores. Eram poucas palavras, mas com um poder descomunal. Eles diziam: “Vou chamar a sua mãe aqui na escola!”. A frase chegava aos nossos ouvidos da seguinte forma: “Vou te matar, te cortar em pedacinhos, te colocar em um saco plástico e te jogar no rio”. Quase todos temiam essa ameaça.

Mas tinha uma ou outra exceção. Lembro-me de um colega, que morava em frente da nossa escola. Quando a professora ameaçou chamar a sua mãe por conta do seu comportamento, ele disse: “Se a senhora quiser eu mesmo posso grita-la aqui pra você, ela está na janela.”

Mas hoje as coisas mudaram. Infelizmente, os que temem são exceções. Talvez porque sabem que se os pais forem chamados, certamente não irão. Outros porque sabem que os pais vão preferir acreditar em sua palavra à do professor.

Sentar na frente ou no fundão?

Lembro que quando sofríamos essa ameaça, seja pela disciplina ou pelas notas, não precisávamos de mais de trinta segundos para tomar uma atitude. Geralmente a primeira era juntar todo o nosso material e procurar uma carteira na primeira fileira. E isso não era problema, afinal de contas, lá sempre tinha uma vaga – disputado mesmo era o “fundão”.

Sabíamos que se quiséssemos melhorar, isso era imprescindível. Quando sentávamos na primeira fileira, passávamos a ter expectativas de mudança! Ou em outras palavras, passávamos a ter esperança! O que no fundão, era quase impossível.

Às vezes, quando olhamos para as feridas que trazemos em nosso coração, seja um vício que nos aprisiona ou um fato triste em nossa história, não conseguimos ter esperança de voltar a sorrir e a sonhar! Porém, quando tomamos uma atitude na direção correta, começamos a enxergar a possibilidade da cura, passamos a ter expectativas de mudanças e voltamos a ter esperança!

Quando reconhecemos os nossos problemas, admitimos que não podemos resolve-los sozinhos e entendemos que temos ao nosso lado um Deus que nos ama, abrimos nosso coração para que Ele controle a nossa vida e voltamos a ter esperança e expectativas de mudança! Esta é a atitude mais correta que podemos tomar se quisermos ser curados!

Oração

Em oração, coloque diante de Deus o seu coração. Entregue a Ele o comando da sua vida. Confesse a sua fraqueza e a sua dependência Dele. Peça que Ele te ajude a ver no presente e a cada dia de forma mais intensa tudo o que Ele há de fazer em sua vida, restaurando toda a alegria que no passado foi de alguma maneira roubada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esboços Relacionados

Menu
X
X