fbpx

Seus amigos te aproximam de Deus?

DevocionalMensagensTeensVídeos
Tags:

Vamos estudar sobre a importância de amigos que te aproximam de Jesus com base em Marcos 2?

Tenha ao seu lado pessoas que te aproximem de Jesus

A simples notícia da presença de Jesus causava um alvoroço no local onde Ele estava. Infelizmente muitas destas pessoas estavam ao lado do Senhor não pelo que Ele era, mas, pelo que Ele podia fazer.

V2 Eram tantas as pessoas que nem mesmo junto à porta eles encontravam lugar. Todos queriam ver as atuações miraculosas de Jesus. É uma pena perceber que poucas pessoas desta imensa multidão verdadeiramente foram transformadas. Nós devemos fugir da tentação de uma satisfação transitória em troca de uma alegria permanente.

Nesse ínterim quatro amigos especiais também chegaram a casa para encontrar-se com Jesus

                V3 Como é importante estarmos com pessoas que nos aproximam de Jesus. Estes homens não eram amigos comuns, eles eram amigos de verdade: Pv 17:18Em todo tempo ama o amigo, e na angústia se faz o irmão

Como a vida se torna mais fácil ao lado de pessoas amadas!

                O verdadeiro amigo não mede esforços para ajudar na hora da necessidade! V4E, não podendo aproximar-se dele, por causa da multidão”. Ante esta dificuldade eles poderiam ter dito: Que pena. Sê viu? Até que nós queríamos te ajudar, mas, olha só quanta gente! Fica para próxima.

Acontece que não foi isso que aconteceu, eles foram em frente! E isso por meio de uma ideia revolucionária, quem sabe uma das mais originais que veremos em contextos assim.

Jesus é o maior incentivador de ideias originais

Dentre todas as coisas que Jesus poderia ter ressaltado quando o paralítico fora içado diante d’Ele, aprouve ao mesmo lhes exaltar a fé V5a.

Ora, ao que parece, essa não seria a posição mais ortodoxa que um líder religioso deveria tomar. Só que Jesus não veio com a proposta de simplesmente se tornar um líder, não! Jesus é o Filho de Deus!

Não se importando com a opinião dos líderes religiosos que se encontravam presentes, Jesus demonstra gostar da ideia e diz ao paralítico: V5b Filho, os teus pecados estão perdoados.

Se os fariseus e mestres da lei estavam loucos com Jesus por ele não ter repreendido os jovens e sua ideia maluca, imaginem como eles não ficaram quando ouviram esta afirmação maravilhosa dos lábios do próprio Jesus. Com esta singela afirmação, Jesus igualava-se tão somente ao próprio Deus. O que colocou os intérpretes e doutores da lei em polvorosa!

                V6 Perceba, eles não falavam uns aos outros do ocorrido, eles arrazoavam em seu coração! Mas Jesus o compreendeu. Mesmo sendo doutores nas Escrituras, parece que o efeito produzido pelas palavras de Jesus fez-lhes esquecer uma das mais conhecidas passagens bíblicas: Sl 139.4 Ainda a palavra não me chegou a língua, e tu, Senhor, já a conheces todas.

                Diziam eles sem seu íntimo: V7 Porque fala ele deste modo? Isto é blasfêmia!

Pior que, se Jesus, de fato, não fosse Deus, eles estariam corretos. Atentem para suas palavras: V7b Quem pode perdoar pecados, se não um, que é Deus?

Apenas Deus pode perdoar pecados e de acordo com o Sl 139 apenas Deus têm o poder de sondar mentes e corações. Por isso as palavras pronunciadas por Jesus os deixa mais atônitos ainda!

                V8 Por que arrazoais sobre estas coisas em vosso coração? Por um átimo de segundo o coração daqueles homens começa a bater num ritmo alucinante, o suor escorre pela face, sua voz fica embargada, a tez branca como a alva neve.

                Seguramente eles agora pensavam: Como este Galileu conhece os nossos pensamentos? Eles literalmente não conseguiam concatenar tudo aquilo. Estavam sem palavras, estupefatos.

Essa era a deixa:

O doce olhar do salvador

Vocês são doutores da lei, e ao que parece eu sou um simples carpinteiro. Então me respondam: V9 Qual é mais fácil? Dizer ao paralítico: estão perdoados os teus pecados, ou dizer: Levanta-te, toma o teu leito e anda?

V10 Ora, para que saibas que o Filho do Homem tem sobre a terra autoridade para perdoar pecados […]

Até esse momento o pobre paralitico via de forma passiva todos estes acontecimentos. Talvez em algum momento ele até tivesse tentado levantar a mão para dizer: eu não tenho nada a ver com isso, na verdade, a culpa é daqueles quatro ali.

Logo, imaginem qual não foi a reação deste pobre rapaz quando, de repente, Emanuel se volta para ele – agora é a vez do paralítico ver o seu coração batendo num ritmo alucinante – e lhe diz: V11 Eu te mando: Levanta-te, toma o teu leito e vai para tua casa.

Nesse momento o restante do telhado já estava quebrado. Você já parou para imaginar a alegria destes homens. Glória a Deus!

 Então, ele se levantou à vista de todos!

Seguramente, a única coisa que ocorria aos intérpretes da lei e aos fariseus era: Não pode ser! Isso não é possível! 

Mas, uma coisa ainda me intriga. Porque Jesus pediu para o agora ex-paralítico levar a maca? Ora, imaginem a cara das pessoas quando viram o rapaz saindo de casa, com a velha cama às costas e dizendo: licença aí, licença aí…

E toda a multidão concorrendo a ele e perguntando: Como foi que Ele fez isso? Ao que o ex-paralítico pode ter respondido: Esperem a sua vez!

1 Comentário. Deixe novo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esboços Relacionados

Menu