fbpx

Uma concepção equivocada comum sobre o sofrimento | Sofrimento

MensagensSofrimentoVida Cristã
Tags:

Fazendo as perguntas difíceis 

A questão de por que sofremos provavelmente está no coração de toda pessoa honesta. Um equívoco frequente sobre o sofrimento geralmente ocorre nos círculos cristãos. Ele diz: “Você está sofrendo porque Deus está tentando ensinar-lhe algo”. A implicação é que o sofrimento se correlaciona com o tratamento de algum pecado em particular em sua vida. 

Agora é verdade que Deus nos encontra e nos amadurece no meio do sofrimento – mas isso não é toda a história. Considere Jó, por exemplo. Os conselheiros de Jó estavam errados ao tirar uma conclusão punitiva: “Você deve ter algum pecado secreto e está sofrendo porque Deus está zangado com você.” Também é errado tirar conclusões moralistas: “Você deve ter algum pecado ou deficiência ou ponto cego que Deus está colocando o dedo e lhe ensinando uma lição”. 

Muitas coisas estavam acontecendo simultaneamente no sofrimento de Jó. Satanás foi minado, a esposa e os amigos de Jó foram reprovados, a honestidade e a fé de Jó foram demonstradas, Deus revelou Seu amor por Jó, Deus foi glorificado. Inúmeros outros sofredores nos milênios que se seguiram foram encorajados pela leitura de Jó. E Jó também amadureceu. 

No contexto do sofrimento que ele experimentou, Jó foi convencido de justiça própria. Sua fé foi tão aprofundada que ele disse: “Eu te conhecia só de ouvir, mas agora meus olhos te vêem” (Jó 42: 5). 

 

“O mais importante é isso: Deus aparece em nossas vidas e corações. Ele anda conosco através do fogo”. 

 

Nós não estamos sozinhos 

Eu acho que muitos cristãos têm experiências semelhantes. Eu certamente tenho. Eu passei por cinco anos e meio de extrema e progressiva incapacidade e fadiga. Muitas pessoas que passaram por seus próprios testes de saúde me disseram: “Eu nunca escolheria passar por isso. Mas eu nunca iria querer perder o que ganhei”. Eu vim para poder dizer as mesmas coisas. 

Foram anos muito difíceis, mas quando reflito sobre a qualidade, a profundidade e a consistência da minha fé, é quase como se eu não fosse cristão antes. Eu estava, mas eu cresci para conhecer o amor de Deus de formas que eu não conhecia anteriormente. 

Então, sim, aprendemos com o sofrimento, mas não é uma lição simples. O mais importante é isso: Deus aparece em nossas vidas e corações. Ele anda conosco através do fogo. Ele comunica diretamente o Seu amor. Ele purifica nossa fé. Ele ancora nossa esperança. Ele aprofunda nosso amor por outros lutadores. Deus está nos ensinando algo. Ele está se revelando para nós. 

Um equívoco sobre a imagem de Cristo muitas vezes caminha de mãos dadas com esse equívoco sobre o sofrimento. Nós imaginamos que a imagem de Cristo é todas as coisas boas e fortes e nobres e generosas. Podemos esquecer que Sua imagem inclui a maneira sincera com que Jesus viveu as Escrituras, como os Salmos 22, 25 e 31. 

Sua fé expressou honestamente aflição. Ele lutou com Deus. Ele agonizou. Ele confiou. Ele buscou o seu Deus. Ele anda com Deus em estradas difíceis, não imune à mágoa e à tristeza que acompanham nosso sofrimento como seres humanos. Estamos sendo conformados à imagem de Cristo. Os Salmos nos ensinam que uma das coisas que aprendemos é como sofrer de forma honesta e confiante – e como conhecer o amor de Deus por nós nas partes mais difíceis da vida. Essa é uma série de lições que vale a pena receber.

 


 Originalmente publicado em inglês como: “A common misconception about suffering” por David Powlison. Usado com permissão da Crossway, a publishing ministry of Good News Publishers, Wheaton, IL 60187, www.crossway.org.
Traduzido por Igor José Santos Ribeiro

 

 

1 Comentário. Deixe novo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esboços Relacionados

Menu