fbpx

Você sabe identificar seu chamado?

Devocional
Tags:

Nesse estudo, vamos falar sobre vocação e como identificar a vocação através dos aspectos externos.

Nós já falamos a respeito do que seria o chamado interior, aquilo que distinguiria a pessoa pinçada por Deus no meio do rebanho para implementar na terra os valores do reino de Deus.

Fatores externos do chamado

Agora eu gostaria de tratar com vocês a respeito dos fatores que são externos, aqueles fatores que comumente são observados pela igreja e que distinguem aquelas pessoas que estão sendo escolhidas por Deus como instrumentos na mão dele, de modo a servirem através do ministério.

O chamado ocorre no cotidiano

Estes chamados ocorrem no cotidiano. É muito comum que pessoas pensem que os seus chamados acontecerão sempre de uma maneira sobrenatural, com grande aparato, como por exemplo foi o chamado apóstolo Paulo, quando uma luz mas forte que a própria luz do sol, em pleno meio-dia, raiou sobre ele e o fez cair do animal que se encontrava, ouvindo uma voz poderosa que falava em sua amada língua hebraica.

Meus irmãos, se todos nós recebemos um chamado desta natureza seria maravilhoso! Eu particularmente gostaria também deter recebido um chamado assim, mas eu quero dizer pra você que na imensa maioria dos casos, os nossos chamados acontecem no cotidiano da nossa vida. Eles acontecem na proporção que nós estamos engajados na igreja local, servindo ao Senhor, convivendo com os irmãos, provando e mostrando para os nossos irmãos que amamos a Deus e gostaríamos de servi-lo.

Há uma frase que é atribuído um poderoso pensador chamado Jonathan Edwards, ele costumava dizer assim:

“Nós precisamos de luz na mente mas também precisamos de fogo no coração.” – Jonathan Edwards

Com base nessa frase, eu gostaria de tratar um pouco sobre esses aspectos exteriores.

1) Luz na mente

Em primeiro lugar, nós precisamos de luz na mente. Se você tem servido na igreja local e se existem estes aspectos exteriores que têm norteado a sua vida, e se há pessoas que convivem com você que têm sugerido a você que Deus pode estar tratando com você de uma maneira mais amiúde, mais especial, qual seria o próximo passo?

Seria muito interessante que você permitisse que a sua mente fosse iluminada por Deus. Você pode fazer isso de várias maneiras, mas sobretudo crescendo em conhecimento na palavra.

Nós precisamos crescer no conhecimento da palavra porque nos dias atuais salvo raras exceções o que nós temos são públicos fracos. E por que os nossos públicos nos dias atuais são tão fracos?

Porque os homens que tenham culpado estes púlpitos infelizmente não estão conseguindo iluminar suas mentes com a palavra de Deus.

Portanto, se eu pudesse dar um conselho a você que está dando seus primeiros passos, que se sente chamado e que tem ouvido dos irmãos da igreja que Deus pode se utilizar de você para um algo mais, sobretudo nos aspectos ministeriais, permita que Deus te faça crescer na palavra. Busque conhecimento na palavra.

O nosso púlpito outrora tão forte em gerações anteriores, nos dias atuais tem se encontrado à deriva. Se o púlpito de fato é o leme que devia governar o mundo, hoje em dia a sensação que nós temos é de que este público se encontra à deriva, à procura de novos timoneiros.

É óbvio que existem homens inseridos nesta geração que são apaixonados por Deus e que tem feito a diferença, mas eu tenho certeza absoluta que Deus também pode contar com você pra fazer valer a sua vida, para fazer valer o seu chamado, para fazer valer esse desejo que você tem de servir nas mãos do Senhor.

2) Crescer em graça

Em segundo lugar se você sentir esse chamado exterior e se a igreja entender esse chamado em você, um próximo passo seria crescer em graça.

Nós precisamos crescer em graça porque se nós crescermos apenas em conhecimento e não crescemos em graça nós estaremos correndo um grande risco de nos tornarmos pessoas áridas, que tem muita luz na mente mas que tem pouco calor no coração.

Quando nós conciliamos conhecimento a graça aí sim nós podemos crescer de uma maneira saudável

E como nós poderemos crescer em graça? Através das chamadas práticas devocionais, voltando a ter uma vida devocional, voltando a ter uma leitura diária das sagradas escrituras, voltando a ter um momento de oração e de comunhão com o Senhor porque a partir destas práticas da leitura devocional das escrituras, da oração diária, nós não apenas fortaleceremos o nosso interior, mas também estaremos sensíveis a voz do Espírito Santo de Deus, que haverá de se utilizar de nós para implantar na terra os valores do seu Filho.

Portanto, se você é chamado por Deus e se há este aspecto exterior onde pessoas estão percebendo que há algo que Deus pode fazer através de você, procura crescer sobre esses dois aspectos.

Crescer em conhecimento através da palavra de Deus e crescer em graça através das práticas devocionais.

3) Quebrantamento

Mas para você ter certeza de que esses dois pilares inalienáveis estão crescendo de uma maneira equilibrada, já dizia o John Knox, procure equilibrar conhecimento e graça através de uma coisa que se chama quebrantamento.

O quebrantamento vai fazer com que você nunca desconheça qual é seu devido lugar. Que apenas a Deus é devida a honra, que apenas a Deus é devida a glória, que apenas a Deus é devido todos os louvores.

Portanto, para que você não cresça demais no que diz respeito ao conhecimento e não cresça demais no que diz respeito à graça, você pode conciliar esses dois conhecimentos através dessa ponte chamada quebrantamento.

Nessa altura talvez você esteja se perguntando: mas será que Deus pode fazer isso comigo? Eu estou inserido nesse contexto da igreja local, servindo a Deus através da minha escola, universidade, do meu trabalho…

Eu quero dizer a você que sim. O pastor David Harvey certa vez disse que Deus não chama burocratas para sua obra, ele chamar pessoas comuns, assim como eu e você. Pessoas que falham, mas que são ao mesmo tempo conclamados, chamados por Deus.

Deus encurrala essas pessoas por meio das suas circunstâncias. Ele treina essas pessoas por meio de provações e quando elas, mesmo que sem perceber, acham que não estão crescendo, finalmente conseguem distinguir que foram chamados por Deus enquanto vocacionadas para servi-lo e para a glória do nome dele.

Espero ter ajudado você no que diz respeito a este crescimento quanto ao chamado. Que nós possamos nos aprofundar nas Escrituras, continuar falando a respeito do que seria um verdadeiro vocacionado e como nós podemos continuar crescendo para a glória de Deus.

Que Deus te abençoe, até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esboços Relacionados

Menu